O que é Indústria 2027 e como isso afeta a sua empresa

A evolução tecnológica caminha a passos largos e vem transformando, além da indústria, a vida de cada um de nós. Isto é a indústria 2027: a miscigenação de inovações em vários setores, que abre portas para possibilidades que antes seriam impossíveis até de imaginar. Nos próximos 10 anos, tudo será impactado. Do agronegócio à indústria da moda, das universidades ao mercado de trabalho. Absolutamente tudo.

 

Em fatos, a Indústria 2027 é um estudo de projeções realizado para sabermos o que acontecerá no ambiente industrial nos próximos 10 anos. Estes levantamentos foram realizados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), e muitos temas foram avaliados.

 

O trabalho levou 14 meses para ser concluído e identificou os impactos de tecnologias disruptivas no horizonte de cinco e dez anos. Além disso, avaliou a capacidade do sistema empresarial brasileiro de enfrentar riscos e aproveitar oportunidades dessas inovações, e de prover insumos para o planejamento estratégico das empresas.

 

Hoje, vamos mostrar quais são as projeções e avanços tecnológicos que farão parte do nosso dia a dia nos próximos anos, segundo o Projeto Indústria 2027. Será que estamos preparados para tantas mudanças?

Inovações disruptivas

O que quer dizer disruptivo? Bem, o conceito diz respeito a interceder de maneira brusca, ou seja, são novidades que modificam algum processo de forma bastante significativa, e que passam a fazer parte de uma sociedade.

 

O Projeto Indústria 2027 foi baseado nas mudanças que a indústria brasileira precisa realizar para que as inovações disruptivas possam colaborar na competitividade das instituições e tornar o país uma peça importante no mercado global.

 

Um fato é que as inovações estão presentes em nosso cotidiano, e a sociedade absorve todas as vantagens oferecidas por elas, buscando produtos que estejam aliados às descobertas e inovações tecnológicas.

 

Como falamos anteriormente, o Projeto Indústria 2027 analisou oito fundamentos de inovações disruptivas que trarão mudanças drásticas nos processos produtivos de 10 setores produtivos da economia nos próximos anos. Saiba quais são eles e como o seu negócio será impactado:

 

1 – IoT – A Internet das Coisas

Conhecida no Brasil como Internet das Coisas, a sigla IoT vem do inglês Internet of Things, e tem por objetivo integrar à internet qualquer tipo de equipamento ou objetos.

A IoT viabiliza um contexto em que, por meio de sensores, é possível que máquinas e objetos se conectem e troquem informações entre si. Bons exemplos disso são as luminárias públicas equipadas com sensores que controlam a luminosidade de acordo com o tráfego de pessoas e veículos, permitindo uma iluminação mais econômica e eficiente.

 

Dentro do contexto industrial, a Internet das Coisas proporciona a integração da cadeia produtiva desde os fornecedores, passando pelo processo de produção até o cliente final, em verticais como cidades inteligentes, saúde, agronegócio, manufatura e transporte.

 

Leia também: Como a saúde interfere na produtividade nas empresas

 

2- Produção inteligente

Imagine a quantidade de processos existentes na produção de uma fábrica e o número de pessoas envolvidas neste trabalho. Imaginou? Na Produção Inteligente e Conectada, o controle da produção na indústria passa a ser feito virtualmente.

 

Assim, as fábricas digitais assumem o lugar das fábricas físicas, em uma mudança na estrutura da produção industrial. Isso é possível por meio de sistemas e equipamentos interconectados.

 

A ideia de linhas de produção sem a presença humana foi um assunto muito importante tratado no Projeto Indústria 2027. Somente uma tecnologia que associe inteligência com conectividade permitirá que indústrias produzam exatamente as quantidades necessárias, com grau de flexibilidade e customização dos produtos segundo o desejo do consumidor final.

3- TICs: Computação em nuvem, Big Data e Inteligência Artificial

A sigla TIC significa Tecnologia da Informação e Comunicação, e abrange todos os termos e serviços técnicos usados para tratar os dados de informação, como:

 

Armazenar dados em nuvem: acessar informações e dados a partir de servidores que não estejam nas dependências físicas da empresa.

 

Big data: análise e interpretação de grandes volumes de dados de forma totalmente automatizada.

 

Inteligência artificial: tecnologia similar a inteligência humana que interage com as pessoas, auxiliando na resolução de problemas e desejos. O carro autônomo é um excelente exemplo de inteligência artificial e uma grande aposta dentro da Indústria 2027.

 

Este tipo de carro usa algoritmos de visão por computador baseados em redes neurais artificiais e, quando está em movimento, é capaz de identificar em tempo real o que está à sua frente e, assim, o veículo toma a decisão de como agir de forma autônoma.

 

Leia também: Indústria 4.0 em Gestão de Saúde: como essa revolução pode ajudar a sua empresa     

 

4- Tecnologias de Rede

Usadas para o transporte de informações, as tecnologias de redes de comunicação possibilitam que os benefícios oferecidos pelas outras tecnologias digitais sejam aprimorados. Com as tecnologias de redes é possível, por exemplo, comandar fábricas por transmissão sem fio, acompanhar remotamente o funcionamento de veículos e de eletrodomésticos, além de rastrear alimentos. Atualmente a integração e interoperabilidade de padrões é um grande desafio a ser vencido.

 

5- Biotecnologia e Bioprocessos

A união da ciência, especificamente a biotecnologia com a engenharia, permite que sejam produzidos em ambientes industriais e agrícolas, equipamentos e tecnologia que concedem o desenvolvimento de produtos envolvendo as transformações biológicas em grande escala.

 

A área trabalha com a vida microbiológica de animais e vegetais e atende as áreas farmacêuticas, médicas, de cosméticos, agro-alimentar, química e de meio ambiente entre outras.

 

Através da biotecnologia, é possível obter produtos e processos como, por exemplo, novas vacinas, novos medicamentos e terapias, plantas com maior resistência a pragas e a estresses climáticos, além de testes diagnósticos mais precisos e menos invasivos.

6- Nanotecnologia

Diversos produtos usados no dia a dia têm sido aprimorados graças à Nanotecnologia, e por isso este é um pilar muito importante para a Indústria 2027.

 

A nanotecnologia, é o desenvolvimento de soluções em escala nanométrica, ou seja, invisíveis a olho nu e que atuam como agentes de limpeza, bactericida e bacteriostático, que aplicados nos produtos do cotidiano, transferem a eles características que não possuíam.

 

7- Materiais Avançados

Os materiais avançados são elaborados a partir de pesquisas laboratoriais, ou que são modificados e possuem particularidades especiais. De um modo geral, os materiais avançados permitem a melhoria de produtos ou mesmo o desenvolvimento de produtos inovadores nas mais diversas áreas.

 

8- Armazenamento de Energia

Tecnologias para a captação e armazenamento de energia são assuntos essenciais para a competitividade no mercado global. As fontes renováveis de energia e os avanços no desenvolvimento de baterias melhores tem contribuição significativa em basicamente todas as tecnologias habilitadoras disponíveis no mercado.

 

E você, está preparado?

 

A indústria nacional precisa identificar todos os desafios que trazem benefícios significativos para o mercado global. E, mais do que isso, se adequar e buscar tecnologias práticas de sucesso para se posicionar definitivamente no mercado internacional.

 

E você, está preparado para tantas mudanças? Acompanhe o nosso blog e fique atento aos nossos artigos, estamos sempre com novidades. E não esqueça de compartilhar o nosso conteúdo com os seus amigos, nas redes sociais. Até mais!