Como a saúde interfere na produtividade nas empresas

Algumas empresas ainda insistem em lidar com a saúde do colaborador como se ela fosse um gasto desnecessário ou, até mesmo, desperdício de investimento. O que essas instituições não sabem é que a saúde do trabalhador está diretamente ligada a produtividade nas empresas.

 

O comprometimento das empresas com a saúde do trabalhador e a prevenção de riscos gera uma resposta sempre positiva, pois oferece um ambiente em que os trabalhadores realizam as suas atividades com mais satisfação e alegria. Como consequência, o nível de produtividade nas empresas cresce, além de riscos de doenças como depressão, ansiedade e stress diminuírem drasticamente.

 

Sabemos que o cuidado com a saúde do colaborador deve começar dentro das instituições, por meio de programas, iniciativas e ações que incentivem e valorizem sua importância, periodicamente. A saúde ocupacional é uma importante estratégia para garantir o bem-estar dos colaboradores e potencializar a produtividade, a motivação e a satisfação no ambiente de trabalho.

 

A sua empresa tem cuidado de maneira correta dos colaboradores? Os profissionais de Recursos Humanos da sua empresa já entenderam que estes tipos de ação trarão benefícios? Se você quer saber um pouco mais sobre como a saúde interfere na produtividade nas empresas continue lendo este artigo e comprove que o bem-estar do trabalhador é importante para todos, inclusive para você.

O papel do RH na saúde do trabalhador

O papel do setor de Recursos Humanos da empresa se divide entre selecionar, treinar e desenvolver colaboradores, com a função de propiciar um clima agradável, onde a saúde e a qualidade de vida dos funcionários são partes da cultura da empresa.

 

A Organização Mundial da Saúde acredita que o cuidado com a saúde do colaborador seja um desafio a ser superado, tanto para as empresas quanto para a sociedade. Existem diversas questões para serem superadas, como a tecnologia, novas substâncias químicas, envelhecimento da população, entre tantas outras. Sendo assim, as ações preventivas são muito importantes quando realizadas de maneira séria e eficaz dentro do ambiente de trabalho.

 

Um trabalhador saudável produz muito mais do que outro que não se sente à vontade no que faz. E esta produtividade nas empresas se dá na questão qualitativa, isso quer dizer que melhora os relacionamentos, o atendimento, comunicação, motivação e confiança, resultando em aumento de vendas, redução de desperdícios e acidentes de trabalho.

 

Infelizmente, o número de empresas que não dão a devida atenção à saúde dos seus funcionários é grande, resultando em redução de produtividade e um alto nível de estresse. Um estudo Norte Americano indicou que 150 bilhões de dólares são perdidos por ano devido ao alto nível de estresse no local de trabalho, aumentando o número de doenças, licenças, acidentes e conflitos interpessoais. É assustador. No tópico abaixo, falaremos um pouco sobre como o estresse interfere na produtividade nas empresas muito mais do que a gente imagina. Continue lendo.

 

Leia também: Indústria 4.0 em Gestão de Saúde: como essa revolução pode ajudar a sua empresa


Estresse no trabalho, um mal que deve ser combatido

Muitas pessoas até gostam do que fazem, mas o ambiente, seja por conta de pessoas ou de situações, gera estresse. Saber lidar com metas e cobranças, objetivos a cumprir, pode ser bem estressante para determinadas pessoas.

É fato que além de consequências sérias para a saúde, o estresse também afeta a qualidade de vida das pessoas e, consequentemente a produtividade nas empresas. Inclusive, essa consequência pode causar mais estresse ainda, se levar à perda do emprego, ou dificuldade em progredir na carreira. A pessoa que sofre deste distúrbio dorme mal, se alimenta mal e por fim, vive a vida de uma maneira mecânica, muitas vezes com ausência de satisfação e alegria.

Tendo em vista todos esses desafios que permeiam a saúde laboral do trabalhador, listamos algumas vantagens que este cuidado pode resultar para a sua instituição, confira:

  • Redução do Absenteísmo

Quando a saúde do trabalhador está prejudicada, é normal que o mesmo comece a faltar ao trabalho. O IBGE avaliou que os principais motivos de falta então relacionados a dores nas costas, pescoço e fortes sintomas de gripe. Além destes motivos, acidentes de trabalho influenciam diretamente o absenteísmo, já que estes afastamentos normalmente assumem gravidades maiores e até ações trabalhistas.

Para reduzir o absenteísmo, o ideal é que a empresa realize um acompanhamento ininterrupto, afinal, profissionais que tem a saúde monitorada regularmente estão menos propensos a desenvolverem doenças. Por isso, investir em prevenção é mais eficaz do que investir em tratamento e é mais uma segurança à empresa de que os profissionais estarão nos seus locais de trabalho no dia e hora determinados.

  • Redução de licenças

As licenças e afastamentos por motivos de saúde prejudicam agressivamente a empresa a longo prazo. Além de estar sem o trabalho do profissional, a empresa precisará se programar para que aquela função não fique sem um funcionário durante o período de afastamento.

Para que haja uma diminuição das licenças, a empresa pode promover campanhas de prevenção. Afinal, trabalhadores que cuidam da sua saúde ficam mais dispostos e ativos para executar suas tarefas diárias.

Leia também: As tendências para medicina preventiva e segurança do trabalho

  • Aumento de produtividade nas empresas

Como falamos, a saúde do colaborador está diretamente ligada aos níveis de produtividade nas empresas. Trabalhadores saudáveis e satisfeitos com seu trabalho são mais produtivos

do que o profissional que se encontra insatisfeito, e direcional mais energia produtiva pelas causas do trabalho, impulsionando o rendimento, a produção e o lucro da instituição.

 

É importante saber que as iniciativas podem partir do seu setor de Recursos Humanos. A primeira etapa é elaborar e implantar um plano de ação, programas e campanhas que conscientizem os funcionários. Depois, adote estas medidas como permanentes, incentive sempre os colaboradores a terem hábitos saudáveis e mantenha a porta aberta para possíveis diálogos e opiniões. Cuidar da saúde humana da sua empresa é sempre a melhor opção.

Gostou do nosso artigo? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Em nosso blog temos uma série de conteúdos relacionados com a saúde do trabalhador. Que tal aprofundar o seu conhecimento? Até breve!